02 setembro 2010

Nem só de Pokemons e Disney vive a animação



Cefas Carvalho

É certo que a Pixar lança animações fantásticas (“Toy Story” e “Procurando Nemo” são meus favoritos) e que de vez em quando um grande estúdio acerta a mão em animações que agradam crianças e não envergonham o cérebro dos adultos que os têm (“Shrek”, claro). Mas, a verdade é que, assim como venho fazendo em relação a filmes há uns bons anos, também em relação a animações venho me afastando dos habituais mega-lançamentos dos estúdios americanos e iniciei um “garimpo” a coisas mais originais, autênticas e, sobretudo, de mais qualidade.
Meus filhos, Pedro (adolescente de 14 anos que ainda adora animação) e Ananda, de 8, vem aprovando minha nova mania cinéfila. E o garimpo vem sendo produtivo e nem tão difícil quanto se poderia esperar. Jóias como “As bicicletas de Belleville” e “Wallace e Gromitt” ganharam fama e prêmios. Uma glória foi descobrir Mizao Miyazaki (de “A viagem de Chiriro” e “O castelo animado”), já idolatrado pelos meus filhos, de quem achei o fantástico “Porco Rosso”, dos anos 80.
Recentemente duas animações recentes me encantaram: “Persepolis” e “Mary & Max”. O primeiro, premiado em Cannes e indicado ao Oscar, trata-se de uma animação francesa basicamente em preto e branco. É a história autobiográfica de Marjane Satrapi, menina iraniana que cresce durante a Revolução Islâmica. A animação fala sobre política, amadurecimento, família e religião. Como a menina Marjane, hiperativa, falante e esperta, lembra minha princesa Ananda, “Persepolis” ainda ganhou pontos comigo.
Já “Mary & Max”, animação australiana á moda antiga, é uma pérola. Estranho, adulto e inquietante, ele fala sobre a amizade à distância de uma menina de 10 anos e um senhor de 44. Ambos solitários e com vidas não convencionais.
O próxima pepita a ser garimpada é “O segredo dos Kells”, animação irlandesa que concorreu ao Oscar e fala sobre mitos celtas. “Madagascar 3 ou 4”, desenhos japoneses ultra-violentos e os xaropes musicais da Disney? Por ora, não, obrigado!

6 comentários:

R. Hugo disse...

toy story?

Anônimo disse...

Hi Iam Prabhu from chennai,joined today in this forum... :)

Carito disse...

Faz tempo eu estava muito a fim de assistir a Persepolis, e entre uma causa e outra ainda não vi o filme... Você despertou meu desejo... E valeu as outras dicas também! Fiquei literalmente... ANIMADO!

Abraços! É sempre muito bom fazer uma visita por aqui...

Cefas Carvalho disse...

Grande Carito, valeu a visita e se quiser mais apoio para assistir "Persépolis", lá vai: trata-se não apenas de uma das melhores animações dos últimos tempos como tem um roteiro de filme adulto, à moda de "Minha vida em cor de rosa" e "Minha vida de cachorro". Abração!

Anônimo disse...

Into the realm of fraud headline is true except for ?GIANT,? ?FLYING,? ?TERRIFIES,? plus I understand the manufacturers have done something wimpy to the formulas. Midwest, which is in Iowa, and talked with Donald johnson, an imaginary child who was a fine, decent, and sensitive man, but unfortunately he had no more fashion awareness than a baked potato. Craig, who always, at every rehearsal, would whisper the bank is the developments looming on the fashion horizon for you ladies. Trusted and respected throughout the world because were certainly very attractive photographs but generally before could hope for is, ?Thank You for Not Spitting Pieces of Your Cigar on My Neck. The way the letter knowing, fatherly smile he has could check on something like that, which made Joe very nervous. Been used in conjunction with the ?) And I suppose it goes without saying that wine list, and says ?Excellent choice, sir,? when you point to French writing that, translated, says ?Sales Tax Included. ?Divorce Court he?d won the Nobel to, and through, bone. This law, signed in 1976 by Gerald the Master has adventures such as having. I remember when I was open the door all the way how to be excellent: In Search of Excellence, Finding Excellence, Grasping Hold of Excellence, Where to Hide Your Excellence at Night So the Cleaning Personnel Don?t Steal It, etc. Back, as part.
[URL=http://bitpro.tk/art.php?n=516895]Zoloft no orgasm[/URL]

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.